Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Estima-se que dois terços da população mundial com até 50 anos tenham o vírus do herpes

Uma nova pesquisa da Universidade de Bristol, no Reino Unido, em colaboração com a Organização Mundial de Saúde (OMS), descobriu que mais de 3,7 bilhões de pessoas com idade inferior a 50 anos no mundo todo estão infectadas com o vírus herpes simples tipo 1 (HSV-1), que leva a feridas na boca e pode ainda causar herpes genital
 
Infecções genitais
O vírus do herpes simples é classificado em dois tipos: o HSV-1 e o HSV-2. Ambos são altamente infecciosos e incuráveis.
 
O tipo 1 é transmitido principalmente pelo contato oral-oral e comumente causa feridas ao redor da boca. O tipo 2 é quase totalmente sexualmente transmitido, através do contato pele-a-pele, causando herpes genital.
 
A nova estimativa global, no entanto, mostra que o HSV-1 é também uma importante causa de herpes genital. Estima-se que cerca de 140 milhões de pessoas com idades entre 15 a 49 anos têm infecção genital a partir de HSV-1, principalmente nas Américas, Europa e Pacífico Ocidental.
 
No início deste ano, a OMS publicou estimativas do HSV-2 que mostram que 417 milhões de pessoas entre 15 a 49 anos estão infectadas.

 Tomadas em conjunto, esses números sugerem que mais de meio bilhão de pessoas com menos de 50 anos de idade têm uma infecção genital devido a HSV-1 ou HSV-2.
 
Urgência de uma vacina
Dada a falta de um tratamento permanente ou cura tanto para o HSV-1 quanto para o HSV-2, a OMS e seus parceiros estão trabalhando para acelerar o desenvolvimento de vacinas e microbicidas tópicos, que terão um papel crucial na prevenção dessas infecções no futuro.
 
“É provável que, em contextos de renda mais alta, menos crianças sejam infectadas com HSV-1. Ao mesmo tempo, o sexo oral é agora comum. Isso significa que mais pessoas são capazes de ser infectadas com HSV-1 genital depois de se tornar sexualmente ativas”, comentou a Dra. Katharine Looker, principal autora do estudo.
 
Estimativas de infecção por região
As estimativas para prevalência de HSV-1 por região em pessoas com menos de 50 anos em 2012 foram:
  • Américas: 178 milhões de mulheres (49%), 142 milhões de homens (39%);
  • África: 350 milhões de mulheres (87%), 355 milhões de homens (87%);
  • Mediterrâneo Oriental: 188 milhões de mulheres (75%), 202 milhões de homens (75%);
  • Europa: 207 milhões de mulheres (69%), 187 milhões de homens (61%);
  • Sudeste Asiático: 432 milhões de mulheres (59%), 458 milhões de homens (58%);
  • Pacífico Ocidental: 488 milhões de mulheres (74%), 521 milhões de homens (73%).
As estimativas de novas infecções de HSV-1 por região em pessoas com menos de 50 anos em 2012 foram:
    • Américas: 6 milhões de mulheres, 5 milhões de homens;
    • África: 17 milhões de mulheres, 18 milhões de homens;
    • Mediterrâneo Oriental: 6 milhões de mulheres, 7 milhões de homens;
    • Europa: 5 milhões de mulheres, 5 milhões de homens;
    • Sudeste Asiático: 13 milhões de mulheres, 14 milhões de homens;
    • Pacífico Ocidental: 11 milhões de mulheres, 12 milhões de homens.
MedicalXpress / Hypescience

Nenhum comentário:

Postar um comentário