Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Quatro alertas sobre o uso consciente de antibióticos

Remédio Foto: Pixabay1. Só sob prescrição médica 
Segundo bacteriologista Ana Paula Assef, do Laboratório de Pesquisa em Infecção Hospitalar do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), antibióticos devem ser usados só no tratamento de infecções bacterianas e sob prescrição médica. Como sua eficácia está relacionada ao agente causador da infecção, nem todos servem para as mesmas infecções.
 
2. Bactérias se modificam
A resistência aos antibióticos acontece quando determinada bactéria se modifica em resposta ao uso desses medicamentos — são as bactérias que ficam resistentes, não os seres humanos. Com o uso inadequado de antibiótico, as bactérias ‘sensíveis’ são eliminadas e as ‘resistentes’ permanecem e se multiplicam.
 
3. Tratamento deve ser seguido
Com o esgotamento das ações terapêuticas, infecções hoje tratadas facilmente, poderão, no futuro, causar danos maiores ao organismo. Quem usa um antibiótico inadequado, em dosagens diferentes da prescrição, ou interrompe o tratamento se coloca em risco, porque estas ações podem agravar a infecção e criar bactérias resistentes.
 
4. Semana mundial
A resistência aos antibióticos pode afetar pessoas de qualquer idade, em qualquer lugar do mundo. O Alerta é da Organização Mundial da Saúde, que promove até domingo a Semana Mundial do Uso Consciente de Antibióticos para conscientizar população, profissionais de saúde e gestores públicos sobre a resistência causada pelo uso indiscriminado.

Foto: Pixabay
 
O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário