Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 4 de março de 2014

Empresa francesa é especializada em fabricar doces e bolachas com insetos

Macarons, doce que é popular na França, é oferecido por empresa do país com insetos (Foto: Regis Duvignau/Reuters)
Foto: Regis Duvignau/Reuters
Macarons, doce que é popular na França, é oferecido por
empresa do país com insetos
Consumo de insetos foi recomendado por agência das Nações Unidas. Insetos podem ser encontrados desidratados ou ainda na versão farinha
 
O consumo de insetos na alimentação humana, aprovado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e recomendado em relatório publicado em 2013, é levado a sério pela empresa Micronutris, sediada em Saint Orens de Gameville, na França.

A companhia, que se autodenomina como a única da Europa a produzir insetos para o consumo humano, se especializou em “fabricar” as iguarias para serem ofertadas vivas, desidratadas ou ainda na versão farinha.
 
Em imagens feitas pela agência Reuters é possível ver que a empresa comercializa macarons, um doce bastante popular na França, com insetos sortidos enfeitando a cobertura. Além disso, a Micronutris oferece também biscoitos feitos com insetos.
 
A recomendação da ONU pelo consumo de insetos se dá pela grande quantidade de proteínas encontrada nestes animais. Segundo o órgão, insetos são alimentos ricos em nutrientes, de baixo custo, ecológico e "delicioso".
 
Biscoitos sortidos feitos a base de insetos também são oferecidos pela fabricante francesa (Foto: Regis Duvignau/Reuters)
Foto: Regis Duvignau/Reuters
Biscoitos sortidos feitos a base de insetos também são oferecidos pela fabricante francesa
 
Dois bilhões de pessoas em culturas tradicionais já comem insetos, mas o potencial de consumo é muito maior, considera a agência. Seu consumo, chamado de entomofagia, já é difundido entre culturas tradicionais em regiões da África, Ásia e América Latina
 
Funcionário da Micronutris, na França, observa criadouro de insetos voltados para o consumo humano (Foto: Regis Duvignau/Reuters)
Foto: Regis Duvignau/Reuters
Funcionário da Micronutris, na França, observa criadouro de insetos voltados para o consumo humano
 
A agência da ONU enumera os benefícios da produção de insetos em larga escala: são necessários 2 kg de ração para produzir 1 kg de insetos, enquanto o gado requer 8 kg de alimento para produzir 1 kg de carne.
 
G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário