Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 8 de outubro de 2015

É necessário cuidar da saúde dos pés

Eles são responsáveis pelas funções básicas de sustentação do corpo

De acordo com um ditado popular, “muitas pessoas só se lembram dos pés, quando o calo aperta”. Sim, as pessoas só procuram por ajuda quando o problema já está em fase avançada, precisando recorrer ao auxílio de um profissional especializado.

Os pés formam a base do corpo. Através deles, os seres humanos se mantém na posição ereta, fato que os transformam em criaturas bípedes. Eles são responsáveis pelas funções básicas de sustentação, como a estática, que consegue manter as pessoas paradas em pé sem tombar, suportando o peso do corpo, e a função dinâmica, que proporciona movimento com equilíbrio, além de fornecer proteção como amortecedores dos choques e da pressão que chega aos pés através da marcha, das corridas e do salto. Os pés formam uma estrutura complexa e de grande importância na interação do corpo com o solo, capazes de executar movimentos e de receber os estímulos.
 
Segundo a podóloga e responsável técnica da Doctor Feet, Cristina Lopes, todo sinal diferente na unha é um alerta de que algo errado está acontecendo. “Se a consumidor anotar manchas esbranquiçadas, estrias ou ondulações, descolamento da unha, mudança na coloração, deve, antes de tudo, procurar por um especialista para saber qual o melhor produto e o tratamento indicado”, alerta.
 
Após a indicação do dermatologista, a dermoconsultora deverá orientar seus clientes em relação à função do produto e forma de uso. Farmácias e drogarias têm à disposição dos clientes inúmeros itens para proteção das unhas, como esmaltes antifúngicos, bases fortalecedoras, cremes hidratantes, antibióticos tópicos e anti-inflamatórios.

Ações recomendadas:

• Não retirar a cutícula das unhas. Elas são a proteção das lâminas e da matriz ungueal contra agentes externos;

• Cortá-las de preferencialmente de forma reta, não entrando nos cantinhos a fim de evitar encravamentos;

• Proteger e hidratar os pés e as unhas para evitar fissuras e ressecamentos, tendo cuidado de não passar o creme entre os dedos;

• Higiene adequada, trocando as meias todos os dias e sapatos alternados para evitar o mau cheiro e a transpiração excessiva;

• Não compartilhar alicates e lixas de unha. São transmissores de fungos e outras doenças comuns de unhas.

Guia da Pharmacia

Nenhum comentário:

Postar um comentário