Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Cuidados com a alimentação nas praias

É nas praias que encontramos barracas e carrinhos com camarão frito, porções de peixes, queijo coalho, empadinha, pastel, raspadinha, cerveja, batida, sucos, refrigerantes, sorvetes, mate gelado, geladinhos, lagosta, ostras entre outros alimentos e bebidas

Na hora da alimentação, é preciso cuidado com o que será escolhido para evitar intoxicação e outros tipos de doenças.

O biomédico Roberto Martins Figueiredo, o Dr. Bactéria, alerta para alguns problemas comuns que as pessoas enfrentam ao ingerir estes alimentos.

Bebidas em latas
Antes de abrir as latinhas de refrigerante e cerveja, lave-as com água corrente ou use canudos. Ao terminar, amasse a lata e dê um no canudo, para evitar que estes sejam reaproveitados.

Camarão
Rico em aminoácido histidina, ao ser refrigerado em condição não adequada ou estar velho, é possível originar a histamina, substância que pode levar a processos semelhantes a alergia com sudorese, aumento do calor do corpo, manchas avermelhadas e outros problemas sérios como edema de glote. Nestes casos, será preciso a aplicação de um antialérgico.

Para evitar esta situação, é importante observar como está o camarão antes de ser frito. Se houver qualquer alteração ou dúvida, não ingerir. A casca do camarão deve sair por inteiro e facilmente. Se estiver grudado na carne, é melhor não consumir.

Pastel
Em primeiro lugar, observe a higiene geral do local e se os pastéis estão em local refrigerado (veja também se a caixa térmica está limpa). Verifique a condição do óleo, observando se ele é trocado assim que há alteração no aroma e no sabor, se há formação intensa de espuma e muita fumaça.

Importante: Deixou cair o alimento na areia? Não tente limpar e nem assopre. Jogue imediatamente fora!

Raspadinha
O gelo deve ser próprio para consumo. Por isso, este doce é um pouco mais perigoso, afinal, é difícil saber a procedência do gelo e se ele realmente foi feito com água potável. A bactéria presente no gelo não morre com a alta temperatura do congelamento, por isso, provoca problemas na saúde dos consumidores.

Para evitar o problema seguem algumas sugestões:
  • Condições de higiene do carrinho.
  • Condições de higiene do manipulador.
  • Condições de higiene do gelo (inclusive se ele está apoiado sobre um pano e qual a condição dele).
  • Condições dos xaropes.
  • Perguntar qual a procedência do gelo.
  • O leite condensado não pode estar diretamente na lata, tem que estar num recipiente plástico tipo bisnaga, limpo.
  • Observar também se não existe contato da mão do manipulador que empurrou o carrinho, pegou dinheiro, pegou vários objetos, com o produto que você está comprando. Pode não parecer, mas se você não observar todos estes itens o risco é muito grande.
Sanduíches naturais
Os alimentos que formam este lanche são todos perecíveis, por isso, é preciso prestar atenção em alguns detalhes antes de comprar:
  • Condições de higiene do vendedor.
  • Condições de higiene da caixa térmica utilizada para transporte.
  • Impossibilidade do contato manual direto do manipulador com os produtos que ele está vendendo.
  • Embalagem dos sanduíches.
  • Pergunte se a maionese é caseira ou industrial.
  • As feitas em casa apresentam ovo em sua composição, o que pode fazer muito mal à saúde.
  • Rotulagem (nome do produto, ingredientes usados, data de fabricação e validade) e o mais importante, temperatura do produto, tem que estar frio, não tem acordo, se não estiver em uma temperatura baixa, não compre, caso contrário, pode pegar uma doença como diarreia e vômito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário