Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Uso indiscriminado de medicamentos gera 5% dos casos de doença renal ao ano

Todo medicamento traz certo risco para a saúde e por isso exigem cuidados

O uso abusivo e descontrolado de medicamentos, especialmente analgésicos e antiinflamatórios, está se tornando cada vez mais comum. Isso porque até 5% dos novos casos de insuficiência renal crônica por ano podem ser causados pelo uso excessivo desses produtos, segundo dados National Kidney Foundation (Fundação Nacional do Rim, dos Estados Unidos).
 
Medicamentos para dor de cabeça, febre, dores musculares ou inflamações costumam ser seguros e ter o efeito esperado, no entanto, todo medicamento traz certo risco para a saúde e por isso exigem cuidados.
 
Se usados de maneira imprópria podem acarretar diversos problemas ao organismo, principalmente aos rins. De acordo com o nefrologista do Instituto de Nefrologia de Mogi das Cruzes (SP), Dr. Rui Alberto Gomes, do Instituto de Nefrologia de Mogi das Cruzes, pacientes portadores de doença renal crônica em qualquer estágio devem evitar sempre que possível o uso de antiinflamatórios.
 
“Medicamentos para dor e inflamações não devem ser usados sem a adequada orientação prévia de um médico se a pessoa souber que tem alguma disfunção renal. Mesmo para aqueles que estão com a saúde renal em dia, esses medicamentos também podem comprometer os rins, especialmente se usados por tempo longo”, explica.
 
Segundo o nefrologista, o uso prolongado ou excessivo desses medicamentos pode ter efeito prejudicial no tecido renal e em suas estruturas. Os idosos, hipertensos, cardíacos e diabéticos precisam ser especialmente cautelosos.
 
R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário