Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Como os pais transmitem seus hábitos de fumar aos filhos

Se você fuma, a probabilidade de seu filho vir a fumar é grande
© iStockphoto.com /Photospower
Os pais transmitem seus hábitos de fumar para os seus filhos enquanto que as mães transmitem às suas filhas. No entanto, o fato de uma mãe fumar não interfere na probabilidade de seu filho vir a fumar – e o mesmo ocorre entre pai e filha
 
Esta é a conclusão a que chegou um grupo de pesquisadores da Universidade de Santiago de Compostela.
 
A pesquisa foi publicada no Boletim de Economia e Estatísticas de Oxford e foi baseada em informações colhidas entre os anos de 1994 e 2002. O estudo foi realizado tanto em lares onde os dois pais estavam presentes como em famílias monoparentais, normalmente chefiadas por mulheres.
 
Os resultados mostram que em termos de hábitos de fumo, as meninas tendem a imitar suas mães enquanto que os meninos tendem a imitar seus pais.
 
A probabilidade estimada de um filho vir a fumar se ambos os pais fumam é de 24%, mas cai para quase 12% se nenhum dos pais fumar. Para a filha, a probabilidade de que venha a fumar se ambos os pais fumam é de 23%, e também cai para 12% se os pais não forem fumantes.
 
Nas famílias monoparentais, as mães transmitem seus hábitos de fumo para seus filhos, independente do sexo. Neste caso, a probabilidade de um filho fumar se a mãe fuma é de 32% e para a filha é de 28%.
 
Esses resultados são extremamente importantes em termos de políticas públicas de combate ao fumo. Campanhas bem sucedidas afetam tanto os pais como os seus filhos. Campanhas contra o fumo direcionadas para o público jovem precisam incluir a família e o contexto social no qual estes jovens estão inseridos.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário