Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Câmara aprova distribuição gratuita de remédios com canabidiol no DF

Governador Rodrigo Rollemberg tem 30 dias para sancionar ou vetar lei. Autor do projeto de lei sugere que seja criado um centro de atendimento

Canabidiol tem maconha em sua composição (Foto: Heloise Hamada/G1)
Foto: Heloise Hamada G1 

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou na terça-feira (8) um projeto que garante a distribuição gratuita de medicamentos à base de canabidiol, composto derivado da maconha. Remédios feitos a partir da substância ajudam no controle de algumas doenças, como epilepsia. O governador do DF, Rodrigo Rollemberg, tem 30 dias para aprovar ou descartar a lei.

O uso controlado do canabidiol foi permitido pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) em janeiro deste ano. Com a retirada do canabidiol da lista de substâncias proibidas, a importação do produto foi liberada pela agência.

Autor do projeto, o deputado Rodrigo Delmasso (PTN) sugere que seja criado um centro de atendimento para atender os pedidos. “Qualquer cidadão brasiliense ou brasileiro que estiver em Brasília pode ter acesso ao canabidiol desde que cumpra os requisitos legais”, afirmou. “[É preciso] ter a receita, o laudo médico e a autorização da Anvisa. Com isso, vai poder procurar a Secretaria de Saúde para fazer a importação.”

O preço de remédios do tipo ainda pesa no bolso das famílias que dependem do produto. Uma ampola sai por R$ 1,5 mil. Para a filha do analista de licitação Fábio Filgueira, o medicamento só dura um mês. Sabrina tinha mais de 30 crises de epilepsia por mês e depois que passou a tomar o remédio há três meses não tem mais nenhum surto. O remédio dela é comprado pelo governo do DF por decisão da Justiça.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário