Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


domingo, 29 de julho de 2012

Hepatite afeta 1 em cada 12 pessoas e mata 1 milhão todos os anos, diz OMS

No dia mundial de luta contra doença, organização lança alerta sobre os diferentes tipos de hepatites e formas de prevenção

No Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais, lembrado ontem(28), a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 500 milhões de pessoas em todo o mundo sofram de algum tipo de doença crônica decorrente de infecção por hepatite. O número representa uma em cada 12 pessoas. Os cálculos indicam ainda que 1 milhão morrem todos os anos em razão da doença.

O tema da campanha este ano é It's closer than you think (Está mais próximo do que você pensa - na tradução livre). O objetivo é sensibilizar as pessoas em relação aos diferentes tipos de hepatite, como cada uma é transmitida, quem está sob maior risco, como se prevenir e como tratar a doença.

De acordo com a OMS, apesar das fortes consequências para a saúde da pessoa infectada, a hepatite permanece como uma doença desconhecida por muitos, não diagnosticada na maioria dos casos e, portanto, não tratada.

Entre os cinco tipos de vírus responsáveis pela hepatite, os tipos B e C, segundo a organização, são os que mais preocupam em razão da grande proporção de pessoas infectadas e que não apresentam sintomas no estágio inicial - apenas quando o quadro já se tornou crônico. Os dois tipos são a principal causa de cirrose hepática e respondem por 80% dos casos de câncer de fígado.

A infecção pelos tipos B, C e D ocorre por meio do contato com o sangue de pessoas infectadas e, no caso dos tipo B e C, também por meio de relações sexuais sem preservativo. O tipo D só afeta pessoas que foram infectadas pelo tipo B. Já os tipos A e E são tipicamente transmitidos por meio de contato com água e alimentos contaminados e são associados a condições ruins de saneamento básico e higiene pessoal.

Dados da OMS indicam que 1,4 milhões de infecções por hepatite A são registradas todos os anos no mundo, enquanto 2 bilhões de pessoas estão infectadas pelo tipo B e 150 milhões com o tipo C.

No Brasil, balanço do Ministério da Saúde aponta que 33 mil casos de hepatites virais são contabilizados todos os anos. O maior número de infecções nos últimos 14 anos é pelo tipo B, totalizando 120 mil casos entre 1999 e 2011.

Fonte isaude.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário