Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


domingo, 29 de setembro de 2013

Conheça alguns cuidados para um sono de qualidade na terceira idade

O tempo de descanso sofre alterações com o avanço da idade
Dormir bem é fundamental para regular as funções do organismo
 
Um sono de qualidade contribui para uma vida mais longa e saudável. O sono não é apenas um momento de descanso. Dormir é essencial para a manutenção do corpo e da mente, pois regula funções vitais no organismo. Um sono profundo, somado a outros hábitos saudáveis, como exercícios físicos e boa alimentação, colabora para que o indivíduo alcance uma expectativa de vida maior.
 
Segundo a fisioterapeuta e especialista em Medicina do Sono Carolina Elena Carmona de Oliveira, o período de sono regular em adultos é, em média, de oito horas por noite. No entanto, com o decorrer da idade, o tempo de descanso vai, aos poucos, diminuindo e sofrendo algumas alterações.
 
— Na terceira fase da vida, por exemplo, o sono se torna mais leve, o adormecer fica mais demorado, ocorrem interrupções durante a noite e, geralmente, uma noite de sono não chega a oito horas, que é o período recomendado por especialistas — explica.
 
Além destes fatores, a fisioterapeuta ressalta o impacto das alterações da estrutura óssea dos idosos.
 
— Nesta fase, as pessoas vão ficando mais baixas, por conta dos encurtamentos musculares que ocorrem nas regiões da coluna cervical e lombar, diafragma e membros inferiores. Fatores biológicos, traumatismos ou hábitos errôneos, também colaboram para a mudança na posição do indivíduo e do seu centro de gravidade. Sendo assim, é indispensável que o idoso mantenha o cuidado diário com a postura e adote medidas saudáveis para dormir, a fim de evitar dores e problemas estruturais — complementa.
 
Confira abaixo algumas dicas da fisioterapeuta:
 
Ao levantar da cama
O idoso deve virar as pernas para o lado em que pretende levantar, apoiar os braços na cama e erguer o tronco. Em casos de repouso na cama por longos períodos é recomendado que mude sempre de posição e seja orientado e incentivado para tal, evitando assim um atrofiamento e o surgimento de úlceras de decúbito.
 
Condições favoráveis para a qualidade do sono
O travesseiro, o colchão e até mesmo a temperatura do ambiente contribuem para um sono renovador. Portanto, na hora de dormir, o idoso deve, preferencialmente, dormir de lado e utilizar um travesseiro que complete exatamente o espaço compreendido entre a cabeça e o colchão (formando um ângulo de 90 graus no pescoço), alinhando assim toda a coluna com o tronco. Isso facilita a circulação sanguínea e permite que os estímulos elétricos sejam perfeitamente enviados pelo cérebro aos órgãos do corpo.
 
Ao sentar
Deve-se apoiar os braços e se aproximar bastante do assento até encostar a parte de trás do joelho. Em seguida, apoiar as mãos nos braços do assento e inclinar-se para frente, flexionando o joelho até sentar. O encosto do assento deve acomodar a coluna, e os pés devem estar apoiados no chão ou em algum suporte.
 
Ir para cama somente quando tiver sono
O sono no idoso é mais fragmentado e menos profundo, sendo menos concentrado à noite e mais disperso no dia, por conta do ritmo biológico. É importante evitar assistir televisão ou ler um livro deitado, e evitar tomar chás e cafés, pois funcionam como estimulante. É muito importante manter a disciplina e tentar dormir sempre na mesma hora.
 
Evite ficar encurvado
Recomendamos manter a postura firme. Para não ficar encurvado, o idoso deve deixar os pés um pouco mais afastados e posicionar o quadril alinhado ao tronco, com os pés firmes no chão.
 
Zero Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário