Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Erro médico: operário morre depois de overdose de quimioterapia

Após cirurgia para remoção de tumores, Robert recebeu dose exagerada de medicamentos

Depois de ser diagnosticado de maneira errada, como se tivesse apenas dores nas costas no lugar do câncer que realmente tomava conta de seu organismo, o operário Robert Trivett foi vítima também de outro um erro médico. O inglês, de 49 anos, morreu após ser submetido a uma overdose de quimioterapia.

Depois de chegar ao pronto-socorro de Bristol, na Inglaterra, se queixando de dores nas costas, Trivett foi atendido e ouviu dos médicos que sofria de lombalgia. Pouco tempo depois, no entanto, foi descoberto que ele sofria de uma forma agressiva de câncer, e que precisaria passar, com urgência, por uma cirurgia para remover dois tumores em suas costas. A operação correu bem, mas, no tratamento que veio em seguida, Trivett recebeu uma dose muito além da recomendada de quimioterapia, e acabou morrendo em consequência do erro apenas uma semana depois da sessão.

Sua mulher, Amanda Goodwin, 50 anos, condena o hospital e entrou na justiça pedindo indenização.

— Ele parecia bem, estava bonito. Eles acabaram com a minha vida. Ligaram dizendo que ele tinha morrido, que haviam feito tudo que podiam. A enfermeira estava chorando e eu gritava ao telephone.

Amanda alega que tudo que recebeu do hospital até agora foi uma carta com um pedido de desculpas pelo engano cometido com seu marido. Entre outras coisas, o comunicado diz que a organização está “levando a sério” o caso de Trivett. O hospital diz, ainda, que o caso do operário ficou, por engano, “abaixo do alto padrão” de atendimento oferecido aos pacientes, e que uma investigação será conduzida para descobrir como o erro ocorreu.

Foto: Reprodução/dailymail.co.uk

R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário