Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 3 de maio de 2011

Remédios para HIV poderão ser usados no tratamento de malária e leishmaniose Drugs for HIV may be used to treat malaria and leishmaniasis

Cientistas descobriram que proteína de parasitas é sensível ao medicamento

Cientistas descobriram que drogas usadas para tratar o HIV também poderão se tornar medicamentos para doenças parasitárias como a leishmaniose e a malária.

Segundo uma nova pesquisa publicada no The Faseb Journal, os cientistas descobriram que a ação de algumas drogas anti-HIV tem poder de matar graves parasitas.

Apesar de os cientistas já saberem que essas drogas podem matar parasitas do HIV, a forma como isso acontecia era até então desconhecida. A partir dessa nova pesquisa, os pesquisadores descobriram que uma proteína chamada Ddi 1 do parasita da leishmaniose é sensível aos inibidores anti-HIV, o que pode mudar o rumo do tratamento das doenças parasitárias, explica Colin Berry, um dos pesquisadores.

- As pessoas nos países em desenvolvimento podem ser expostas a doenças parasitárias, como malária e leishmaniose, que pode matar milhões de pessoas. Essas eficazes drogas são urgentemente necessárias para combater essas infecções.

Segundo Berry, os cientistas esperam explorar essa fraqueza do parasita para desenvolver novos remédios para combater essas doenças.

Ao usarem a proteína em humanos, os cientistas identificaram que as drogas eram capazes de bloquear a atividade da proteína da leishmaniose, com possibilidade de efeitos colaterais mais leves do que o tratamento padrão.

De acordo com Gerald Weissmann, editor-chefe do Faseb Journal, “tal como o HIV, doenças parasitárias foram e ainda são uma séria ameaça para a saúde humana em todo o mundo”.

- Milhões de pessoas morrem a cada ano a partir desses males e precisamos desesperadamente de novas drogas. Não por acaso os agentes projetados contra o HIV podem agora se voltar contra doenças parasitárias como a leishmaniose e a malária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário