Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Sofre com dores nas costas? O problema pode ser maior que isso; entenda

Cálculo renal, por exemplo, também causa dores nas costas; hérnia de disco e outros problemas devem ser avaliados por especialistas na área

As mídias sociais repercutiram com muita intensidade a internação da atriz Glória Pires, que aconteceu por causa de forte dores nas costas.

Especificamente sobre o caso da atriz, apenas os médicos envolvidos com seu atendimento podem esclarecer e opinar sobre o que aconteceu. Tal fato, no entanto, não nos impede de refletir e enumerar causas de fortes dores nas costas que podem, sim, motivar internações hospitalares.

A dor nas costas é uma fonte frequente de consulta nos pronto-socorros dos hospitais, tanto nacionais quanto internacionais.

O senso comum, ao se pensar em dor nas costas, aponta para problemas originários da coluna. Existem, no entanto, outras causas que também podem causar dores de forte intensidade na região.

Uma das causas mais frequentes é a dor de origem renal, causada principalmente por cálculos renais. O quadro clínico é de uma fortíssima dor, incapacitante, usualmente acompanhada por náuseas. A dor pode ser mais localizada nesta região ou ser difusa por toda a região lombar.

A dor de causas renais é usualmente tão intensa que requer medicamentos potentes, como a morfina, realizada em ambiente intra-hospitalar. Se não houver melhora, o paciente permanece internado para investigação e analgesia mais intensiva, obtida somente em ambientes especialmente preparados para isso.

A região dorsal possui músculos grandes e muito potentes, já que se encarregam de sustentar o corpo durante todo o tempo. Se, por alguma razão, houver um esforço não habitual ou um trauma, esta musculatura pode sofrer uma contratura ou estiramento, que também pode gerar uma dor de forte intensidade, usualmente acompanhada por inchaço local.

Pode haver ainda a presença de “nódulos”, que na verdade são a própria contratura em si. Nestes casos, o tratamento envolve também analgésicos potentes e relaxantes musculares. Se não houver melhora, o paciente deve também ser mantido em ambiente intra-hospitalar até o controle adequado da dor.

Outra causa frequente de dor nas costas é a coluna lombar. Alterações como hérnia de disco, por exemplo, podem também originar dores fortíssimas na região lombar que podem ou não vir acompanhadas de irradiação para os membros inferiores.

Nos pacientes com hérnia de disco, normalmente se usa vários medicamentos associados para se atingir um mínimo controle de dor, que permite que o paciente possa voltar para casa. Por vezes até procedimentos mais invasivos, como bloqueios e infiltrações, são necessários.

As múltiplas alterações corporais que podem se manifestar através do mesmo sintoma (dor nas costas) mostram que o melhor a se fazer é procurar atenção médica imediata, para adequada analgesia, investigação diagnóstica e tratamento.

**Dr Paulo Porto de Melo é neurocirurgião formado pela UNIFESP, especialista em Neurocirurgia pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e colaborador do Departamento de Neurocirurgia da Universidade de Saint-Louis (EUA).

Facebook: @DrPauloPortoDeMelo e Instagram @ppmelo.

iG

Nenhum comentário:

Postar um comentário