Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Medicamento evita ganho de peso em mulheres que param de fumar

Bloqueador opióide pode diminuir a tendência das mulheres em comer alimentos ricos em gordura e doce após largar o cigarro
 
Um medicamento que está sendo testado para ajudar fumantes a largar o vício também pode evitar o ganho de peso comum em mulheres que param de fumar, de acordo com pesquisadores do University of Chicago Medical Center, nos EUA.
 
O medicamento é o primeiro capaz de reduzir o ganho de peso por até um ano em mulheres ex-fumantes que largaram o vício.
 
Pesquisas anteriores mostraram que a naltrexona, bloqueador opióide que pode diminuir o desejo por heroína, álcool e nicotina, bem como por comida, ajudou os homens a deixar de fumar. O remédio melhorou as taxas de abandono do cigarro após três meses de tratamento em um grande estudo controlado, de 17% sem a droga para 30% de pacientes que faziam uso do remédio.
 
A droga não melhorou taxas de abandono para as mulheres, mas entre aquelas que conseguiram parar de fumar, o ganho de peso foi reduzido em mais da metade. Após três meses, mulheres que tomaram naltrexona ganharam uma média de 1 kg, enquanto aquelas que tomaram um placebo ganharam cerca de mais de 2 kg.
 
"Ao tentar parar de fumar, as mulheres tendem a ganhar mais peso do que os homens e a estar mais preocupadas com esse ganho de peso. A adição de naltrexona ao tratamento padrão pode ajudar as mulheres a passar por esse período difícil no início", afirma a autora da pesquisa Andrea King.
 
Embora o uso do cigarro seja a principal causa de morte evitável nos Estados Unidos, a obesidade é a segunda principal causa. Ironicamente, mais de 80% daqueles que são capazes de parar de fumar engordam cerca de 2 kg no ano seguinte após parar de fumar. Até 25% das pessoas que largam o cigarro ganham mais de 6 kg.
 
 
Os pesquisadores combinaram dados de dois ensaios com naltrexona para ajudar os voluntários a parar de fumar. O estudo incluiu 700 participantes, 315 da Universidade de Chicago e 385 da Universidade de Yale. Durante seis a 12 semanas após parar de fumar, os participantes tomaram naltrexone ou um placebo. Eles também usaram um adesivo de nicotina e participaram de grupos de aconselhamento no primeiro mês.
 
Depois de seis meses, 159 dos 700 participantes, incluindo 77 mulheres, permaneceram comprovadamente livres do fumo. Após 12 meses, esse número caiu para 115, incluindo 57 mulheres.
 
Durante os primeiros 12 meses após parar de fumar, o ganho de peso continuou a aumentar, mas os benefícios do tratamento precoce com naltrexona persistiram. A redução durante os três primeiros meses foi de 50% no peso dos que tomaram a droga, no entanto a diferença diminuiu para 40% em seis meses e 20% após 12 meses.
 
"Naltrexona produziu os resultados mais promissores até agora para ajudar as mulheres que param de fumar a ganhar menos peso. É possível que o bloqueador opióide reduza a tendência das mulheres a comer alimentos ricos em gordura e doce quando param de fumar", afirmam os autores.
 
Fonte isaude.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário