Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 7 de agosto de 2012

Bardana

Nome científico
Arctium lappa.

Nomes alternativos
Gobô, orelha-de-gigante, pergamasso, pega-pega, erva-dos-tinhosos.

Descrição
Planta nativa da Europa e da Ásia, encontrada hoje em várias partes do mundo. O caule é robusto. A raiz, comprida e carnuda, é muito apreciada crua na culinária japonesa. Tem folhas verdes e grandes e flores avermelhadas envolvidas por cápsulas que, quando amadurecem, formam bolas que se prendem nas roupas. Suas propriedades curativas são conhecidas desde a antiguidade.

Parte utilizada
Raiz.

Uso medicinal
Usada tradicionalmente no tratamento de problemas digestivos, como diurético, e anti-inflamatório, em caso artrite. Externamente, tem ação antisséptica e anti-inflamatória nas doenças de pele, como eczemas, pruridos, acne, seborreia e inflamação de pele. O óleo da bardana é considerado um estimulante capilar.

Modos de uso
Infusão a frio ou chá da raiz fervida, compressas, cápsulas, extrato, tintura, como ingrediente de xampus ou em medicamentos como Saforelle.

Cuidados e contraindicações
Não recomendada para crianças, grávidas ou lactantes.

Efeitos colaterais
Raros, mas pode ocorrer alguma reação alérgica ou alteração dos níveis de glicose no sangue.

Fonte iG

Nenhum comentário:

Postar um comentário