Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Santo André é a primeira cidade do ABC a fornecer medicamento para evitar AVC

Prefeitura conclui licitação e passa a disponibilizar o remédio a partir do próximo mês na rede pública de saúde
 
Os munícipes de Santo André, na região do ABC, em São Paulo, passam a contar agora com um forte aliado na luta preventiva contra acidentes vasculares cerebrais, o chamado AVC. Foi concluída a licitação para a compra do princípio ativo Etexilato de Dabigatrana 150 miligramas e a partir de novembro o medicamento estará disponível na rede pública do município. Santo André é pioneiro no ABC e um dos primeiros municípios do país a disponibilizar gratuitamente o medicamento.
 
O Etexilato de Dabigatrana 150 miligramas passa a integrar o REMUME (Relação Municipal de Medicamentos), que é uma padronização dos remédios disponíveis na rede pública municipal. Santo André, aliás, possui a maior gama de medicamentos gratuitos do ABC com 476 itens padronizados.
 
O remédio visa a combater a formação de trombos, ou seja, massas formadas por acúmulo de sangue nos átrios, cientificamente denominado Fibrilação Atrial. Estes pequenos fragmentos, com a turbulência do coração, podem se soltar e uma vez na corrente sanguínea pode ser levado ao cérebro e causar o entupimento de artérias da cabeça. O resultado são os chamados AVC, estaticamente quase sempre mortais.
 
Quando não mata, o acidente vascular cerebral deixa danos irreversíveis, como a paralisação de um dos lados do corpo. O AVC atinge tanto jovens quanto idosos, mas são nas pessoas de mais idade que a doença é mais comum.
 
Fonte isaude.net

Um comentário:

  1. Parabéns Santo André, gostaria que a Prefeitura de Cotia, fizesse igual. Pois é muito caro e meu marido tem que tomar pois tem F.A. direto. Mas aqui em Cotia infelizmente estamos muito a quem de vocês. Parabéns por uma decisão inteligente, pois é muito mais dispendioso cuidar depois do AVC.

    ResponderExcluir