Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Carqueja

Resumo
Planta medicinal indicada principalmente em casos de problemas gastricos (gastrite, úlceras, queimação de estomago, má digestão), problemas hepáticos e diabetes. Possui um forte gosto amargo.

Observações
Planta nativa da América do Sul, incluseve Brasil, encontrada em campos e beiras de estradas, utilizada popularmente utilizada há muitos anos para tratar problemas digestivos, no fígado, rins, diabetes, diarréia, febre, reumatismo e anginas.

Estudos com animais comprovaram a ação protetora do sistema digestivo (2011), antioxidante (2010), possível ação de redução de açúcar no sangue (2005) e ação antiinflamatória (1996 e 2009).

Em 1987, foi realizado um estudo que comprovou o efeito hepato-protetor devido à presença de flavonóides.

Nomes
Nome: carqueja, carqueja-amarga, carqueja-amargosa, tojo (Portugal) , jaguarete ka'a (guarani)
Nome latim: Baccharis trimera
Nome inglês: carqueja
Nome francês: carqueja
Nome alemão: carqueja
Nome italiano: querciuolo
Nome espanhol: carqueja del matorral

Família
Asteraceae

Componentes
Diterpenos, flavanoides, triterpenos, saponinas, taninos, compostos fenólicos e óleos essenciais (carquejol).

Partes utilizadas
Folhas

Efeitos
antiácidos, anti-ulcerativos, antioxidantes, anti-hepatotóxico, antiinflamatório

Indicações
- Problemas gástricos (gastrites, úlceras, queimação do estomago, má digestão)
- Problemas hepáticos e cálculos biliares
- Diabetes
Tomar 150 mL do chá, logo após o preparo, 2 a 3 x ao dia.

Existem indícios de que a utilização da infusão em feridas, possa ajudar a cicatrização, mas não há comprovação. Assim como não há comprovação de sua ação emagrecedora devido a efeitos diuréticos.

O chá de carqueja deve ser tomado antes de festas ou jantares onde se pretenda comer muito.

Efeitos secundários
A carqueja pode causar hipotensão e em excesso prisão de ventre.

Contra-indicação
Contra indicado para grávidas, lactantes e crianças menores de 3 anos.

Interação
Evitar o uso concomitante com medicamentos para hipertensão e diabetes.

Toxicidade
Não há histórico e nem estudos que indiquem que a carqueja possa ser toxica.

O uso crônico de qualquer fitoterápico deve ser acompanhado por um médico.

Preparações
- Infusão
- Decocção
- Tinturas

Onde cresce?
Planta de origem brasileira, que se adapta a diversos solos, principalmente, à regiões de campo. Pode ser plantada em jardineira e não requer maiores cuidados.

Quando colher a carqueja?
As folhas da carqueja devem ser colhidas antes do surgimento das flores. Tomar cuidado para não cortar muito rento ao solo, para não impedir o crescrecimento de uma nova folha.

Fonte Criasaúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário